badge respira futebol

quinta-feira, novembro 13, 2008

Fogo Posto

«A venda de bilhetes está fraca e ainda não chegámos aos 200 bilhetes vendidos, mas as claques também ainda não estão inseridas, daí a estimativa de 500 adeptos do Vitória no Dragão. Os bilhetes são caros e o FC Porto, pela primeira vez, não aceitou fazer nenhum protocolo connosco, nem nenhuma permuta. Quando vierem cá vamos fazer a mesma coisa e vamos pôr os preços dos bilhetes a 15, 20 euros, conforme na altura nos der na real gana»

«esta posição do FC Porto está relacionada com o caso no TAS, só pode ser isso, porque pedimos atempadamente e insistimos esta semana apenas nos 200 convites para as claques e nem isso tivemos. O ano passado os bilhetes custavam 10 euros ao abrigo da permuta que também fizemos com o Benfica e demais clubes e foram 2500 adeptos ao Dragão»

«Nem resposta tivemos, foi tudo via telefone, através da nossa insistência. Por duas vezes disseram que não nos dariam bilhetes mais baratos e, sinceramente, não esperamos isto, porque quando vierem cá também vão ter necessidade e nós vamos dizer que não. Estão a confundir as coisas, aliás, são coisas mesquinhas e as permutas acontecem com qualquer clube e em todos os jogos, porque todos têm a ganhar com isso. Precisam de nós e nós precisamos deles, é uma estupidez andar aqui com estas guerrinhas. O FC Porto quis dizer que não quer nada com o V. Guimarães e está de relações cortadas. Oficialmente não tiveram coragem de dizer isto, o problema é deles»

«O FC Porto é obrigado a mandar os convites para a Direcção e convites de bancada. O presidente do Vitória e a Direcção vão ficar na tribuna do Dragão, mas não deve ser ao lado. O regulamente diz que o FC Porto tem de dar oito convites presidenciais. O FC Porto estava habituado a pedir oito, mais dez, mais um camarote e quando vier a Guimarães não levará nada, como imaginam. Levam os convites do regulamente e chapéu, porque os grandes clubes trazem um staff muito numeroso e nós cedíamos a tudo, mas com o FC Porto teremos de rever a situação»

«Quem não deve, não teme e vamos estar no Dragão. Na altura [recursos no TAS] o FC Porto olhou pelos seus interesses, como o V. Guimarães olhou pelos seus. Senão não andavam a correr para os tribunais da Suíça. Se ninguém nos receber no Dragão será normal. É preciso separar o trigo do joio, cada macaco no seu galho. Qualquer pessoa de bom senso sabe que é assim: o FC Porto não tinha nada que ter este comportamento, querem continuar a ser os reis do Norte, que o sejam à maneira deles»


Aberto Oliveira,
Vice-Presidente do Vitória (de Guimarães)

1 comentário:

Alex disse...

Estão bem um para o outro...